Magalhães

Brasão: De prata, três faixas xadrezadas de vermelho e prata, de três tiras. Timbre: um abutre de sua cor, estendido e armado de ouro.
Outros Magalhães usam: escudo esquartelado, sendo os primeiro e quarto de prata, uma árvore arrancada de verde, e os segundo e terceiro de azul, uma cruz de ouro florenciada e vazia. Timbre: a árvore do escudo.
História: Trata-se de um nome com raízes toponímicas, que terá sido tirado do da torre desta designação, na freguesia de São Martinho do Paço-Vedro, termo da Barca.
Parece que esta família provém de Afonso Rodrigues de Magalhães, senhor daquela torre e que vivia em 1312.
Era raçoeiro do Mosteiro de Tibães e do seu casamento com D. Alda Martins de Castelões teve descendência que deu continuidade ao apelido. Dentre aquela, será de salientar o indómito nauta Fernão de Magalhães.

William Ribeiro Magalhães de Sousa

(Acesso em 2005)


Voltar