A imponente pintura rupestre da “Mão do Gigante” na margem do Riacho Palmeira em Piracuruca

Pinturas rupestres em formato de mãos são registros muito comuns, não só no Piauí, mas também em sítios arqueológicos espalhados por todo o mundo (Figura1), ocorrem principalmente em pictogramas que são desenhos pintados na rocha, as primeiras técnicas que foram utilizadas para o registro de mãos eram bastante simples e começaram a ocorrer há pelo menos 30 mil anos, eram as “mãos em negativo”, esse método resumia-se em colocar as mãos na superfície da rocha e assoprar pigmentos em pó sobre elas, a fim de obter a silhueta das mãos.


FIGURA 1: REGISTROS RUPESTRES DE MÃOS ESPALHADAS PELO MUNDO: (A) INDONÉSIA, (B) AMAZÔNIA COLOMBIANA, (C) FRANÇA, (D) SÍTIO OLHO D’ÁGUA DO PADRE EM PIRACURUCA

Um importante sítio arqueológico com as “mãos em negativo” é a Cueva de las Manos uma caverna na Patagônia Argentina repleta de pinturas de mãos que foram feitas há 9 mil anos por índios. Este tesouro da arte rupestre foi descoberto em 1941 por um padre chamado De Agostini e foi classificada como Monumento Histórico Nacional Argentino, em 1999 passou a ser considerada Patrimônio Mundial pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) (Figura2).


FIGURA 2: “MÃOS EM NEGATIVO” EM CUERVA DE LAS MANOS NA ARGENTINA

Outra forma bastante conhecida de registro de mãos é o chamado “carimbo” ou “mãos em positivo” (Figura3) em que as mãos do artista pré-histórico eram molhadas ou manchadas no composto da tinta e aplicada sobre a superfície da rocha. Além desses existem também aqueles em que o desenho é mais elaborado, com traços internos simulando a palma da mão, e a posterior aplicação ou desenho dos dedos (Figura4).


FIGURA 3: “MÃOS EM POSITIVO” OU “CARIMBO” – SÍTIO PEDRA DA BUQUINHA I – PERNAMBUCO


FIGURA 4: MÃOS COM DESENHO ELABORADO – FURNA DO LETREIRO OU PEDRA DO ELEFANTE – BUÍQUE – PERNAMBUCO

Em Piracuruca, na localidade Palmeira à beira do Riacho do mesmo nome (Figura5), existe um imponente paredão de arte rupestre com vários grafismos de diversificada simbologia, são pinturas de lagartos, sóis, antropomorfos, zoomorfos, geométricos e inclusive alguns com aparência numérica e/ou alfabética (Figura6). Entre essas, existem algumas pinturas de mãos, sendo aqui destacado um grandioso registro de mão com dimensões desproporcionais, tomando como base a mão normal de um ser humano  adulto (Figuras7, 8 e 9).


FIGURA 5: RIACHO PALMEIRA, NA LOCALIDADE DO MESMO NOME, EM PIRACURUCA-PIAUÍ


FIGURA 6: REGISTROS RUPESTRES NO SÍTIO ARQUEOLÓGICO DA LOCALIDADE PALMEIRA: (A) LAGARTO, (B) SOL, (C) ANTROPOMORFO, (D) SÍMBOLOS DIVERSOS


FIGURA 7: “MÃO DO GIGANTE”, COMPARADA COM UMA MÃO HUMANA


FIGURA 8: “MÃO DO GIGANTE”, AO FUNDO


FIGURA 9: AVENTUREIRO ÍNDIO APACHE E A FANTÁSTICA “MÃO DO GIGANTE”

A “Mão do Gigante” se destaca em meio às demais pela sua imponência e cor viva, localizada a cerca de 1m80cm da superfície é uma das pinturas mais bem preservadas desse sítio arqueológico e apresenta característica de desenho elaborado com dois círculos concêntricos (Figura10), passa a ideia de que o nosso amigo pré-histórico queria com esse registro estabelecer um domínio sobre esse território.


FIGURA 10: DESTAQUE PARA A “MÃO DO GIGANTE” E SEUS CÍRCULOS CONCÊNTRICOS

Fontes consultadas em 07/05/2019 (texto e imagens):
https://www.todamateria.com.br/arte-rupestre/
http://www.invivo.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=974&sid=9
https://www.magnusmundi.com/cueva-de-las-manos-caverna-das-maos-na-patagonia/
https://www.terraadentro.com/arte-rupestre-da-cueva-de-las-manos/
https://www3.ufpe.br/clioarq/images/documentos/V32N1-2017/relatorio.pdf
https://ep00.epimg.net/elpais/imagenes/2014/10/08/ciencia/1412780392_926367_1412787749_noticia_normal.jpg
https://www.efe.com/efe/brasil/sociedade/um-mundo-pre-historico-perdido-em-plena-amazonia-colombiana/50000246-2680713