Serra do Morcego em Caxingó-PI: A fabulosa Serra encantada com suas lendas e um grandioso acervo de arte rupestre

Este artigo é uma síntese das 3 expedições que fiz à Serra do Morcego. É um documento completo com textos, fotos, vídeos e lendas. Além de um cordel que foi publicado no Almanaque da Parnaíba 2020. O município de Caxingó localiza-se na região norte do Estado do Piauí, a cerca de 297 Km da capital,…

O aclamado músico piracuruquense Valdivino de Castro Pereira, que chegou a ser considerado o melhor flautista de música erudita do Brasil

Valdivino de Castro Pereira, nasceu em Piracuruca no dia 1 de junho de 1936, era filho de Antonio Pereira Barroso e Adalgisa Ana da Silveira (1). De acordo com (2): “Com certeza, ele foi um homem incomum, mesmo sendo filho de uma família humilde, conseguiu alcançar seu maior sonho, tornar-se um excelente e aclamado músico….

Antônio José de Souza: O homem que teve a missão de governar Piracuruca em pleno período da Segunda Grande Guerra

Antônio José de Souza nasceu em Piracuruca, em 1898. Chegou à Parnaíba em 1952, onde viveu e morreu, no ano de 1987. Coronel Antônio de Souza, como era conhecido, era um intelectual autodidata e uma importante figura política do cenário nacional. Era amigo de Presidentes da República, como Getúlio Vargas e José Sarney (poeta e…

A trajetória do “Coronel Progresso”, os 80 anos da morte de Lucas Meneses

Matéria originalmente produzida para a Revista Ateneu nº2 – janeiro de 2020. O ano de 2019 marcou para Piracuruca os 80 anos da morte de Luiz de Morais Meneses, conhecido como Lucas Meneses. Lucas nasceu em Ibiapina-CE, por volta do ano de 1892, era filho de José Escórcio de Meneses (17/11/1849 – 11/05/1920) e de…

O medo de serem convocados para a Segunda Guerra fez alguns parnaibanos sumirem do mapa, literalmente

Ninguém na casa de Mundica Brandão, nos Tucuns, dormiu um pingo que fosse naquela noite de 31 de agosto, depois de terem ouvido na Rádio Educadora a notícia de que o Brasil havia entrado na guerra contra os alemães. No outro dia bem cedo correu na praça da matriz a mesma notícia e chegou pelas…

Anísio Brito esteve no lançamento da pedra fundamental do busto em homenagem a Gervásio de Brito Passos em Piracuruca no ano de 1937

Falarei de um registro histórico do ano de 1937, dia do lançamento da pedra fundamental da base onde foi colocado o busto do Senador Gervásio de Brito Passos (23/06/1837 | 07/02/1923), na Praça Irmãos Dantas, em frente à Igreja Matriz de Nossa Senhora do Carmo em Piracuruca-PI. O registro a que me refiro marcou o…

O piracuruquense Anísio Brito, imortal da APL, foi destaque na educação, na cultura e na historiografia do Piauí

Continuando com os registros biográficos de alguns descendentes de Pedro de Brito Passos, aqui escrevo sobre mais um ilustre piracuruquense, trata-se de Anísio de Brito Melo, ou simplesmente Anísio Brito. Era cirurgião dentista e se destacou no cenário piauiense como um emérito educador e historiador. Nascido em Piracuruca em 24 de setembro de 1886 e…

Nossa Senhora da Saúde da Parnahyba

Matriz de Nossa Senhora Mãe da Divina Graça. Parnahyba – PI. Mal a Parnahyba se livrava dos horrores da Guerra do Paraguai, dois eventos marcaram a cidade nos anos 70 do século XIX: a seca e a varíola. O homem, desde as mais remotas eras, conviveu com as adversidades. Entre estas, estavam as doenças, contra…

Uma carta de 1915 enviada pelo Senador Gervásio de Brito Passos ao patriarca dos Polidoro de Brito

A partir do grande patriarca Pedro de Brito Passos (Granja-CE – 04/02/1794 | Piracuruca-PI – 24/07/1875), do seu casamento com Ana Maria de Cerqueira (ou Siqueira), os “Brito” se disseminaram seguindo de Piracuruca e originando muitos descendentes notáveis. O primeiro que obteve um grande destaque foi Gervásio de Brito Passos (Piracuruca-PI – 23/06/1837 | Piracuruca-PI…

O velho coreto da Praça Irmãos Dantas em Piracuruca era palco para boas e animadas conversas

Retrato do início dos anos 1970. Amigos conversando no antigo coreto da Praça Irmãos Dantas. A partir da esquerda: Dodó, Pipio, José do Argemiro, Baltasar, Assis Carvalho (Tataíra) e Pituca. “Jovens tardes de domingo…tantas alegrias…velhos tempos…belos dias.” Na época em que recitou esse verso em canção pela primeira vez, o rei Roberto Carlos e seus…